Quem são os aficionados por MTB?

Homem, casado, sem filhos, com duas ou três bicicletas em casa e que sai para pedalar de duas a três vezes por semana. Esse é o perfil dos aficionados por MTB que circulam pelo portal Pinkbike.

Sediado nos EUA, o site se intitula a maior comunidade de ciclistas no planeta, com visitantes vindos de mais de 200 países.

© David Cachón

Para conhecer sua comunidade, os responsáveis pelo Pinkbike fizeram uma longa enquete que recebeu respostas de mais de 16 mil pessoas – uma amostra da comunidade de ciclistas que falam inglês e que, em sua maioria, visitam o site dos EUA ou Canadá.

Mesmo diante das limitações da pesquisa, a análise representa uma ajuda ao mercado do MTB sobre pistas para onde seguir.

Com 94,5% dos respondentes do sexo masculino, a pesquisa sugere que a indústria da bicicleta tem um enorme potencial de crescimento se buscar atrair mulheres para as trilhas.

As atividades ao ar livre são uma oportunidade interessante de vendas cruzadas. Foram 59,6% dos participantes que disseram que pedalam e também fazem caminhadas em trilhas (o hiking). Já 55,8% também acampam e 42% também usam bicicleta de estrada ou gravel.

Olhando os gastos médios, um quarto dos aficionados gasta entre US$ 1.000 e 2.000 todos os anos com o hobby da bicicleta e 29% entre 2.000 e 4.999. Em relação aos investimentos para o futuro, quase metade dos respondentes tem a pretensão de adquirir uma bicicleta de carbono na sua próxima compra e 25,8% pretendem investir em um modelo de alumínio.

Leia mais sobre os dados dos aficionados por MTB: https://bit.ly/EstudoMTBpinkbike

Os números completos sobre a pesquisa da Pinkbike: https://bit.ly/DadosEstudoMTB

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike