Vamos de Bicicleta: conheça a cidade com um único meio de transporte

Afuá está localizada no Pará, na Ilha do Marajó

 Imagine se a sua cidade não tivesse carros, nem motos, nem ônibus, e nem caminhões. Nenhum veículo motorizado à vista. Imagine que todas as pessoas se deslocam de um lugar para o outro utilizando apenas um meio de transporte: a bicicleta.

Você sabia que existe uma cidade, aqui no Brasil, desse jeito?

Esse lugar está localizado no Pará, mais especificamente na Ilha de Marajó. Afuá é um município ribeirinho, situado o em uma região alagadiça. Por isso, a maioria das casas e ruas da cidade está suspensa sobre palafitas, muitas delas de madeira. E é sobre essas ruas que os cerca de 40 mil habitantes se deslocam em suas bicicletas.

A funcionária pública Yasmyn Pantoja se mudou para Afuá há vinte anos. Ela conta que ficou surpreendida quando se deparou, pela primeira vez, com a Cidade das Bicicletas. Nos horários mais movimentados, o fluxo é intenso. E não há qualquer sinalização de trânsito para organizar a circulação das bikes. Segundo Yasmyn, a lei nas ruas de Afuá é baseada no respeito e na cortesia.

“Eu costumo dizer que o trânsito de Afuá é mais ou menos como o trânsito na Índia, sabe? Uma confusão, mas a gente se entende. Ninguém atrapalha ninguém, dificilmente alguém vai pro chão. Então, apesar do trânsito intenso, de não haver uma sinalização de fato, eu acho que a nossa cultura é tão massificada e ramificada, entre os afuaenses que moram aqui, que a gente consegue se entender nesse trânsito.” 

A cidade suspensa em palafitas possui uma arquitetura única, com casas de madeira em construções típicas da Ilha de Marajó. Cortada por diversos canais, Afuá também é conhecida como a Veneza Marajoara. A riqueza dos cenários e da cultura afuaense atraem muitos curiosos – como explicou Andra Ataíde, que é turismóloga da Secretaria de Turismo da cidade ribeirinha.

“Muitos ciclistas, grupos de ciclistas pedalam, às vezes eles vêm pra cá só pra pedalar. Porque eles não têm a preocupação de acidentes de carro e outras especificidades. Estudantes de arquitetura, engenharia, fotógrafos… eles têm uma grande paixão por essa cidade pelo seu diferencial, né?” 

A jornalista e cicloativista Renata Falzoni visitou Afuá e ficou encantada. Ela conta que pedalou muito por lá e tirou várias fotografias. Segundo Renata, a cidade paraense é um exemplo de como a mobilidade urbana pode ser mais democrática e inclusiva.

“Pedalar em Afuá é interessante. Porque você vê que realmente a bicicleta dá asas iguais pra todo mundo no centro urbano. Então, é uma cidade que o ambiente urbano promove olho no olho, respeito, compartilhamento, poucas regras e muita harmonia. É incrível, maravilhoso.” 

Para conhecer a Cidade das Bicicletas, é preciso viajar até Macapá, capital do Amapá – e então, pegar uma lancha do transporte hidroviário até a cidade de Afuá, na Ilha de Marajó.

No Brasil, só existe uma Afuá. Mas muitos municípios estão investindo em infraestrutura e políticas públicas para tornar a bike um meio de transporte urbano viável para a população. 

Publicado em 16/08/2021 – 08:30 Por Daniel Ito – Repórter da Rádio Nacional – Brasília


No próximo episódio da série Vamos de Bicicleta você vai conhecer algumas cidades amigas da bicicleta. Não perca!

Série Vamos de Bicicleta

Confira a 2ª reportagem da série – Vamos de Bicicleta: é urgente reduzir o espaço para carros nas ruas

Produção: Dayana Vitor

Edição: Sheily Noleto

Sonoplastia: Messias Melo

Edição: Bianca Paiva / Fabíola Sinimbú