COLNAGO INSERE TECNOLOGIA BLOCKCHAIN EM SEUS PRÓXIMOS LANÇAMENTOS

A Colnago anunciou uma parceria com a MyLime, uma especialista em blockchain premium, para fornecer validação oficial do produto em suas futuras bicicletas.

© Colnago

A MyLime é uma plataforma que permite que marcas gerenciem a identidade de objetos físicos, criando gêmeos digitais, que são simulações virtuais de produtos e serviços, criadas a partir da integração de sensores em um item físico, e registrando cada etapa de sua jornada usando a tecnologia de blockchain. Essa tecnologia blockchain é considerada a tecnologia mais segura existente no mundo. Ela é uma espécie de banco de dados ou livro razão no qual é possível inserir e transmitir informações de forma segura, rápida e transparente sem ter um órgão central de controle.

“É como se fossem vários cadeados, nos quais são necessários a chave certa para abrir e ter acesso a informação de forma segura.O primeiro bloco da blockchain gera uma chave para o segundo a partir das informações contidas nele; o segundo bloco é gerado a partir dessa chave e ele gera uma chave para criação do próximo e assim sucessivamente. Desse modo, o último bloco da blockchain contém informações desde o primeiro bloco até o mais recente”, explica o engenheiro.

E a segurança da tecnologia está justamente nisso. Para alterar alguma informação de qualquer bloco é necessário que se altere todos os outros anteriores a ele e que nenhum novo bloco seja adicionado durante esse processo. “É como se fosse uma tentativa de abrir todos os cadeados no mesmo milésimo de segundo, só que com as chaves embaralhadas pela criptografia”, afirma.

© Colnago

As bicicletas Colnago são altamente cobiçadas e valorizadas; muitas são consideradas como algumas das melhores bicicletas de estrada e ganharam status de colecionáveis ​​como resultado. A marca italiana pode estar imersa em uma rica herança e tradição, mas reconhece a importância de abraçar a digitalização para que seus clientes e colecionadores possam negociar com confiança no futuro.

Assim, a parceria com a MyLime tornará muito mais fácil estabelecer a proveniência da bicicleta e validar sua autenticidade. 

A Colnago vai lançar essa nova tecnologia blockchain com a bicicleta do Campeonato Mundial UCI 2021 de Tadej Pogacar, e sua visão é estender a autenticação de quadro blockchain e tecnologia de passaporte para todas as novas bicicletas de produção Colnago ao longo de 2022 e daqui para frente.

Manolo Bertocchi, chefe de Marketing da Colnago, acrescentou: “Temos olhado para a segurança fornecida pela tecnologia blockchain para dar aos nossos clientes a confiança de saber que o quadro que estão comprando é autêntico e para demonstrar a cadeia de propriedade para sempre. Também anunciaremos outras funções baseadas em blockchain no novo ano.” 

Ao fazer transações de um quadro Colnago, os compradores e vendedores agora terão um livro-razão independente de detalhes totalmente validados. Os primeiros proprietários também receberão uma versão NFT (token não fungível, um tipo especial de token criptográfico que representa algo único) de suas bicicletas.

A tecnologia de blockchain segura garante datas e detalhes relacionados a qualquer quadro Colnago, marcados pela etiqueta de identificação de radiofrequência da MyLime. A etiquetagem segura de blockchain dará a cada nova Colnago uma identidade própria, o que deve aumentar o valor real desses modelos italianos ao longo do tempo.

A decisão da Colnago de inserir tecnologia blockchain em suas bicicletas permitirá que elas retenham um valor mais genuíno ao longo do tempo, facilitando quando seus clientes quiserem revender as bicicletas.

“Seja freios a disco, uso de fibra de carbono ou designs aerodinâmicos, a Colnago sempre foi uma empresa que traz inovações ao mercado antes de outras marcas de ciclismo”, disse Nicola Rosin, CEO da Colnago.

Fonte