Especialista da Criogênesis explica como a prática de esportes é fundamental para a saúde

Os exercícios físicos e a prática regular de esportes são uma das principais formas de manter a saúde do corpo em dia. Essas atividades auxiliam na prevenção contra a diabetes, hipertensão, doenças respiratórias e o sobrepeso. Segundo pesquisa realizada pela Universidade de Stanford, sua realização traz benefícios imediatos, tendo em vista, que ajuda a estimular o rejuvenescimento das células-tronco musculares e cardíacas, beneficiando o potencial regenerativo do corpo.

© ELITE

Outro recente estudo feito pelo Instituto de Química da USP (Universidade de São Paulo), concluiu por meio de experimentos com animais, que a renovação das células-tronco acontece em maior quantidade através da prática de exercícios, facilitando a reparação de tecidos musculares e auxiliando na evolução de lesões.

De acordo com Dr. Nelson Tatsui, Diretor-Técnico do Grupo Criogênesis e Hematologista do HC-FMUSP, as atividades físicas desempenham o papel de ativar a resposta do tecido muscular, que tende a estar na maior parte do tempo, em estado de repouso. O especialista explica que com a execução desse tipo de exercício, o sistema imunológico estimula a produção de células-tronco, que atuam em um processo complexo e importante na regeneração dos tecidos musculares. “As células-tronco passam por divisões, diferenciando-se e renovando-se. Como a realização de esportes estimula a produção celular, o ‘estoque’ desse material biológico é preservado e reposto”, diz.

O médico reitera que as células-tronco também são fundamentais para os processos inflamatórios do corpo, acelerando a resposta do organismo, minimizando assim, a sensação de dor e estimulando a produção de cartilagem. “Com o passar dos anos as pessoas podem apresentar problemas de saúde como a artrite ou artrose, causadas por complicações no tecido cartilaginoso. Para isso, as atividades físicas se configuram como aliadas da saúde, sendo benéficas ao sistema inflamatório e diminuindo as dores”, afirma Tatsui.

Tendo em vista que a medicina regenerativa está cada vez mais popular, inúmeros atletas têm realizado procedimentos celulares com o intuito de acelerar a recuperação e regeneração do corpo. Em 2019, o jogador de futebol Neymar tratou fraturas no quinto metatarso com a aplicação de injeções com células-tronco, para auxiliar na recuperação e evitar cirurgias. “Cada vez mais, e quando possível, os esportistas optam por procedimentos com células-tronco. Ela é segura e gera melhores resultados, o que possibilita o retorno aos treinos mais rapidamente”, finaliza o hematologista.

Sobre a Criogênesis

A Criogênesis, que nasceu em São Paulo e possui mais de 17 anos de experiência com células-tronco, é acreditada pela AABB (Associação Norte Americana de Bancos de Sangue) e certificada pela IQNet NBR ISO 9001:2015. A clínica é referência em serviços de coleta e criopreservação de células-tronco, medicina reprodutiva, gel de plaquetas e aférese, incluindo a diferenciada técnica de fotoférese extracorpórea. Sua missão é estimular o desenvolvimento da biotecnologia através de pesquisas, assegurando uma reserva celular para tratamento genético futuro. https://www.criogenesis.com.br