LEILÕES VENDEM BICICLETAS DA YELLOW POR R$380

Até 2019, era super comum ver várias bicicletas amarelas pelos grandes centros do país. Principalmente em São Paulo, a Yellow era muito presente. Pagando R$1, era possível andar por 15 minutos pela cidade.

Porém, as coisas já começaram a mudar antes mesmo da pandemia. Em janeiro de 2020, a Yellow parou suas operações e retirou suas bicicletas das ruas, por causa de problemas financeiros. Um tempo depois, a Grin (fusão da Yellow com a Grow em 2019) pediu recuperação judicial.

E agora algumas bicicletas amarelas estão voltando a aparecer nas ruas. Isso porque diversos sites de leilão estão começando a vendê-las. O site de leilões Freitas Leiloeiro, por exemplo, tem o lance mínimo de R$ 380 por unidade. O leilão vai até o dia 25 de fevereiro.

(Divulgação/Grin)

E assim, várias bicicletarias estão aproveitando para adquirir as bicicletas. “É uma bicicleta forte e que funciona para passeios leves. É uma ótima pedida para levar para a praia, por exemplo”, disse Victor Hugo Duran, da Cia Bike (no bairro de Santa Cecília, SP), em entrevista ao portal da CNN Brasil.

Ainda segundo o portal, como a Yellow entrou em recuperação judicial, qualquer venda feita por ela deveria destinar o dinheiro para o pagamento de dívidas. A Caloi, que é a maior credora da recuperação judicial da Grow, está tocando as vendas.

Fonte