Como saber se uma cidade é bike friendly (amiga da bicicleta)? Verificar se a cultura da bicicleta é respeitada e está impregnada na sociedade, se há infraestrutura necessária para atender a demanda dos ciclistas… Tudo isso é importante.

Mas a Comunidade Científica Americana tem uma base interessante para definir uma cidade ciclável: a quantidade de mulheres pedalando. Isso se deve ao fato das mulheres, em geral, não correrem tantos riscos quanto os homens. Dessa forma, quanto mais mulheres estiverem nas ruas pedalando, mais humana e amiga dos ciclistas a cidade é, mais segurança ela transmite. “Se você quer saber se um ambiente urbano está atendendo à demanda ciclística, esqueça os índices de capacidade das ciclovias. Apenas meça a proporção de ciclistas que são do sexo feminino”, afirmou Jan Garrard, professor da Universidade Deakin, de Melbourne, Austrália.

© Diego Cervo

Seguindo essa linha de raciocínio, para saber como reelaborar a urbe para ser amigável do ciclista, especialistas têm realizado uma série de pesquisas com uma simples pergunta: afinal, o que as mulheres querem? Elas são consideradas uma espécie de indicador. Mesmo que tenham que percorrer um caminho maior, elas buscam rotas específicas para bicicletas ou ruas que sejam mais tranquilas para trafegar de maneira compartilhada. Em Nova York, por exemplo, os dados mostram que os homens têm três vezes mais probabilidade de serem ciclistas do que as mulheres, mas em uma ciclovia próxima ao Central Park, 44% dos usuários eram do sexo feminino.

Mesmo enquanto a cidade não é tão amigável como deveria ser, as mulheres mais ‘corajosas e ousadas’ dão um jeitinho de inserir a bicicleta em seu dia a dia, utilizando os equipamentos de segurança necessários, pedalando em grupo e, sobretudo, cientes dos benefícios que a prática pode lhe proporcionar.

Equipamentos de segurança

Para sentir-se mais segura no trânsito, utilize os acessórios de segurança, mesmo que depois você tenha que tirar um tempinho para ajeitar o cabelo ou retocar a maquiagem. O uso do capacete é imprescindível, já que em uma queda o risco de ferir a cabeça é grande e as consequências podem ser bastante sérias. Usar óculos também é indicado para proteger do vento, poeira etc.

Quanto ao vestuário, o indicado é usar roupas coloridas, que deixem você bastante visível. À noite, prefira roupas claras e refletivas. Use luvas, que além de deixar as mãos mais confortáveis, protegem-nas em caso de queda. Procure usar calçados fechados que não enrosquem nos pedais causando acidente.

Há acessórios para a bicicleta que também ajudam na segurança e conforto para pedalar na cidade. Campainhas, espelhos retrovisores, cobre-
correntes e paralamas são exemplos de itens que devem compor a sua bicicleta para lhe deixar mais confiante.

Grupos de pedal

Outra alternativa para aumentar a confiança e passar a utilizar a bicicleta é participar de grupos de ciclismo. O ideal é participar de grupos específicos para mulheres. Eles estão surgindo em todas as partes do Brasil e funcionam como um incentivo e um aparato no início da utilização da bicicleta. Nesses grupos específicos, o ritmo da mulher é respeitado, dessa forma, você não se sente pressionada e frustrada por eventualmente não conseguir acompanhar o ritmo dos demais.

Em grupo, a mulher também não fica tão vulnerável e diminui o medo de abordagens indevidas. Essa segurança e bem-estar, aliados à oportunidade de socialização e diversão com as outras meninas, irá ser um incentivo a mais para continuar utilizando a bicicleta.

© Diego Cervo

Pense nos benefícios

Outro incentivo para que você, mulher, avalie a possibilidade de incluir a bicicleta com mais frequência em seu dia a dia, são os benefícios que a prática pode lhe trazer. Vejas os principais:

  • Pedalar, aliado a uma dieta saudável, auxilia na perda e controle do peso, favorecendo o emagrecimento com a redução da gordura corporal e, portanto, a manutenção da boa forma.
  • A atividade física proporciona um melhor fluxo sanguíneo e a liberação de endorfina e serotonina (o hormônio da felicidade), o que traz uma sensação de bem-estar e relaxamento, diminui a ansiedade, estresse e depressão.
  • A saúde física também é beneficiada, com uma melhora no condicionamen- to físico, aumento da imunidade, melhora da respiração, redução do coleste- rol e triglicerídeos, diminuição da pressão arterial, entre outros.
  • Além disso, você irá contribuir para uma cidade mais sustentável e bonita.