“Desde os tempos antigos os cursos de água serviram para delimitar fronteiras e separar povos, mas além dessa demarcação puramente administrativa, os rios ajudaram a unir paisagens e culturas ao longo da história. É neste ponto que minha aventura começa e faz sentido. A busca por novas trilhas e percursos épicos onde andar de bicicleta levou-me ao Rio Tejo, especificamente ao Parque Internacional do Tajo, um ambiente repleto de natureza, vida, luz, cor e grandes experiências ainda por descobrir. Os municípios que contribuem com a superfície deste Parque Situam-se no sudoeste da província de Cáceres e são Alcántara, Brozas, Carbajo, Cedillo, Herrera de Alcántara, Membrío, Salorino, Herreruela, Santiago de Alcántara, Valencia de Alcántara e Zarza la Mayor”, resume Cachon. Role para baixo para ver as fotos do passeio.

Confira também o vídeo da aventura em https://youtu.be/87hDrPQUZq4