Um superestudo de ciclismo dos EUA mostra a influência da pandemia no retorno de ciclistas

Na dificuldade surge a oportunidade.

Durante a pandemia o ciclismo criou mais oportunidades em relação aos outros meios de transportes. E, no mundo todo, as pessoas aproveitaram essa oportunidade, tanto é, que os resultados aparecem a cada dia. Além de um crescente número de novos ciclistas, a pandemia causou um impacto significativo em trazer muitos de volta ao ciclismo. Foi o que revelou um superestudo nos EUA.

O estudo foi realizado com a coautoria de Pesquisas de Marketing Esportivo , que forneceu os insights e posteriormente analisado por especialistas em mobilidade Human Powered Solutions , o estudo encomendado pela NDBA descobriu que quase metade dos ciclistas nas estradas e trilhas começaram ou voltaram a pedalar nos últimos dois anos.

Nos dias 8 e 9 de dezembro, que será realizada a CABDA East Expo em Secaucus, New Jersey, acontecerá a primeira apresentação dos destaques do estudo.

“Os principais insights que a pesquisa do consumidor oferece sobre os hábitos de compra de bicicletas e e-bikes dos consumidores americanos são de vital importância para o planejamento, incluindo quais são os principais segmentos de ciclistas no mercado atual, como esses segmentos compram e como interagem com as lojas de bicicletas. Obtivemos respostas de consumidores sobre seus hábitos de compra de bicicletas e como eles mudaram durante a pandemia. Um importante conjunto de respostas aborda o quão significativo é o novo segmento de ciclistas e quão grande ele é – e qual é o seu potencial de longo prazo”, disse Keith Storey, presidente de Pesquisas de Marketing Esportivo (SMS).

Brad Hughes, diretor administrativo da Human Powered Solutions, acrescentou: “A SMS supervisionou a pesquisa de ciclistas adultos e uma análise de cluster está sendo preparada usando dados demográficos, comportamentais e de atitude para criar os segmentos de mercado, ou clusters. O plano atual é ter o Relatório de Pesquisa do Consumidor completo disponível para distribuição até a semana de 20 a 24 de dezembro, primeiro para os Patrocinadores do Estudo que receberão um relatório especial em reconhecimento ao seu apoio financeiro para o estudo, seguido por relatórios padrão disponíveis para qualquer pessoa que precise comprar uma cópia”.

Uma pesquisa separada lançada este ano ilustrou a taxa de crescimento das vendas de bicicletas elétricas 16 vezes maior que o ritmo de crescimento das vendas de bicicletas, indicando que os consumidores nos EUA estão cada vez mais atraídos pelo pedal assistido. As vendas ano a ano aumentaram 240%.

Já na UE, o investimento em infraestrutura de ciclismo feito durante a pandemia resultou em um aumento nas taxas de ciclismo entre 11% e 48% em 100 cidades.