Federação Europeia de Ciclismo pede 6 bilhões de euros para promover o ciclismo nas cidades

Em documento, a federação explicou a importância dessa quantia para investimentos, além de mostrar os benefícios que isso traria para a sociedade, não apenas em termos de mobilidade, mas também em questões econômicas, ambientais e de saúde pública. “É a hora da verdade para o futuro das regiões europeias”, inicia o documento da ECF. “O ano fiscal 2014-2020 termina e devemos traçar uma nova visão da política regional. Temos que responder a estas perguntas: Em quais cidades, vilas e aldeias queremos viver? Como queremos proteger a segurança e o bem-estar dos nossos cidadãos? Como podemos garantir que os investimentos audaciosos que emergem hoje proporcionarão os maiores benefícios econômicos e sociais possíveis?”

© AdobeStock

O documento explica detalhadamente o processo que vai desde os regulamentos da UE aos investimentos específicos, bem como a estrutura dos documentos de programação para que os estados membros e regiões declarem como pretendem utilizar os recursos dos fundos europeus. Uma informação extremamente útil para que o dinheiro se transforme em políticas concretas e úteis para os cidadãos.

Fonte