LUZ POR INDUÇÃO MAGNÉTICA PARA BICICLETAS

Pesquisa realizada pela Reelight:

Por mais de uma década, a empresa Reelight, da Dinamarca, tem contribuído para que ciclistas de todo o mundo se sintam mais seguros no trânsito. Isso tem sido possível graças à inovadora invenção da luz por indução magnética para bicicletas.

© REELIGHT DIVULGAÇÃO

A iluminação ou sinalização por indução magnética consistiu, inicialmente, em um sistema de lâmpadas alimentadas por ímãs colocados nos raios das rodas da bike. A ideia era eliminar o uso de pilhas e baterias, excluindo, dessa maneira, o risco de as baterias descarregarem enquanto o ciclista estava pedalando, o que o deixava vulnerável no trânsito. Atualmente, a Reelight tem em seu catálogo diversos sistemas de iluminação e sinalização. Os sistemas com os ímãs nas rodas são o modelo clássico da Reelight. São exemplos o modelo SL 150 e o modelo SL 250.

© REELIGHT DIVULGAÇÃO

Com base em uma pesquisa em grande escala, com mais de 4.000 ciclistas participantes, a Reelight provou que as luzes por indução magnética reduzem a probabilidade de acidentes em 19%, quando são computados todos os tipos de acidentes, e reduzem a probabilidade em 47% quando há mais de uma parte envolvida nos acidentes. Além disso, 85% dos ciclistas que usam produtos Reelight  disseram ter se sentido mais seguros enquanto pedalavam no trânsito. O principal motivo para a grande redução de acidentes foi, comprovadamente, o fato de as luzes estarem sempre acesas – tanto de dia quanto de noite.

As luzes por indução magnética fabricadas pela Reelight se tornaram o padrão em bicicletas na Dinamarca e hoje são montadas em 1/3 de todas as bicicletas. As luzes provaram ser eficazes e foram bem testadas.

Confira os produtos Reelight em: https://teutobike.com.br/categoria/fornecedores/reelight/

© REELIGHT DIVULGAÇÃO