Eliza Southwood nasceu na Grã-Bretanha e é arquiteta e artista.

Como artista, ela começou a fazer ilustrações, serigrafias e gravuras… e com o tempo a bicicleta começou a aparecer entre seus desenhos. “Sempre gostei delas, desde muito jovem”, diz ela. “Com o meu primeiro salário, quando ainda morava em Gijón (Espanha), comprei uma mountain bike da Specialized, da qual ainda me lembro com muito carinho.

E então, quando eu já era casada, meu marido me fisgou para assistir as grandes corridas de bicicleta na TV. E foi ali, em frente a tela, quando entendi que não era quem corria mais que vencia, mas quem trabalhava melhor em equipe. Essa paixão, esse espírito de colaboração, multiplicou minha vontade de continuar desenhando bicicletas”.

Para Eliza, a bicicleta é a máquina mais elegante que se pode desenhar. “Com elas há sempre um contexto. Não importa se estão no meio de uma paisagem rural, ou de uma grande cidade… Elas próprias criam todo um cenário”.

Suas criações começaram a se destacar tanto que logo Eliza conseguiu expor suas obras.

Confira abaixo algumas delas:

‘Kwaremont’ (elizasouthwood.com)
‘Up hill’ (elizasouthwood.com)
Milan San Remo (elizasouthwood.com)
‘Dragon Ride’ (elizasouthwood.com)

Mais trabalhos da artista em https://www.elizasouthwood.com/