Ana Luísa Marçal, fisioterapeuta e diretora clínica do Instituto de Pilates, unidade de Guarulhos.

Se a ideia é tornear os músculos das coxas e ter pernas lisinhas e bem definidas, minha dica é fazer atividades físicas que se complementam. Assim, além de evitar a monotonia de uma única atividade, você consegue tornar os resultados mais rápidos.

No caso das pernas, todo mundo sabe que andar de bicicleta exige bastante os músculos das pernas, panturrilhas e tornozelos; mas pedalar em excesso pode ser prejudicial exatamente para estes mesmos músculos. Então, que tal intercalar as pedaladas com uma rotina de exercícios de Pilates?

O Pilates trabalha a consciência corporal através do treino de força, flexibilidade e equilíbrio. Através do peso do nosso próprio corpo, resistência de molas e aparelhos específicos conseguimos tonificar a musculatura e obter diversos outros benefícios posturais, que ajudarão não só a ter pernas bonitas, mas também a evitar lesões nas costas e a melhorar o posicionamento na bicicleta durante pedaladas longas.

Ao praticar o pilates, a pessoa está automaticamente fortalecendo sua musculatura, aumentando a flexibilidade, treinando a concentração e aprendendo a respirar corretamente; funções fundamentais para qualquer outra atividade esportiva. Além disso, no pilates iremos fortalecer a musculatura glútea, que tem uma função estabilizadora da pelve e do quadril o que ajuda na transmissão de força e no controle para os membros inferiores, favorecendo a melhora da performance do atleta em alguns esportes. 

Se interessou? Abaixo vou sugerir dois exercícios pata você começar a treinar:

– Deite-se de barriga para cima, uma perna dobrada e outra esticada, suba e desça a perna esticada, sempre com joelhos retos e a ponta dos pés para baixo, sem tocar o chão. Suba a perna o máximo que conseguir, sempre com a perna tensionadas. Repita do outro lado, 10 vezes de cada lado.

– (Utilizar uma bola como aparelho) Deite-se de barriga para cima e os pés na bola e as pernas dobradas. Suba um pouco o quadril do chão e nessa posição estique e dobre as pernas 10 vezes. Não desça o quadril e permaneça com o abdômen contraído por todo o exercício.

Além desses que mencionei, exercícios que atuam para deixar as pernas mais grossas são o Leg Círculos e a Front Split no Reformer e as suas variações também, e claro com o complemento da atividade de ciclismo, o resultado será mais rápido e mais satisfatório.

Ana Luisa Marçal: é fisioterapeuta (Crefito: 127346-F) e atua como Diretora Clínica da Unidade de Guarulhos, do Instituto Pilates. A profissional possui formação em pilates solo e aparelhos para patologias da coluna e estabilização segmentar vertebral; além de especialização em fisioterapia Neurofuncional pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Saiba mais em: www.institutopilates.com.br