Se você é mais uma das milhares de mulheres atletas que vivem se perguntando sobre os malefícios do anticoncepcional de uso oral para quem pratica esportes, não se preocupe, esse artigo deverá esclarecer suas dúvidas.

Antes, um pequeno contexto histórico: em 1960, quando as pílulas chegaram no mercado, trouxeram com elas uma liberdade feminina que não quase não existia, a liberdade sexual. Junto, também vieram efeitos colaterais: pele oleosa, inchaços no corpo, queda da libido e até queda no rendimento esportivo. Vários estudos relacionaram o uso de anticoncepcionais com problemas sérios de saúde, como trombose e depressão.  

Mas será que todos os malefícios de tomar anticoncepcional ainda persistem?

Infelizmente muitos dos sintomas persistem sim. Mas claro, tudo isso varia de corpo para corpo. Com um ótimo acompanhamento médico você é capaz de escolher a pílula que regula seus níveis hormonais de forma a não te trazer nenhum mal.

Veja só, a pílula é uma mistura de dois hormônios, progesterona e estrogênio. Uma vez ingeridos, regulam seus níveis hormonais inibindo a ovulação e consequentemente, aliviando muito os sintomas da TPM.

É fácil entender: pense que durante seu ciclo menstrual você possui picos de stress causados pelos hormônios desregulados. Esse stress se manifesta como cansaço, dores, baixo rendimento físico e mudanças de humor. Quando você toma as pílulas esses picos desaparecem e você passa por um ciclo tranquilo.

© Focus

Prós e Contras

Tomar anticoncepcionais regula os níveis hormonais do seu corpo, isso pode significar uma queda na testosterona, hormônio que influencia a performance física, o ganho de massa muscular e a queima de gordura.

Uma pesquisa da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (RS) reuniu mulheres que tomavam anticoncepcionais e outras que usavam camisinha como método contraceptivo. Foi comprovado que as atletas que utilizavam anticoncepcionais tinham circunferência corporal, maior percentual de gordura e peso mais elevado do que as do outro grupo.

Por outro lado, uma pesquisa sueca analisou várias jogadoras de futebol e concluiu que as atletas que não utilizavam as pílulas orais estavam mais suscetíveis a lesões traumáticas durante o período pré-menstrual e menstrual. Enquanto isso as que tomavam anticoncepcionais orais apresentavam menor taxa de lesões.

Isso acontece porque os anticoncepcionais orais aliviam alguns sintomas que podem afetar a coordenação e o emocional das atletas nesse período, diminuindo a taxa de lesões.

Outro estudo realizado na suécia* teve como objetivo comparar a força muscular de membros superiores e inferiores de mulheres em fase de consumo de anticoncepcionais orais. Como resultado, não encontrou diferenças significativas em termos de força muscular e performance de corrida em nenhuma das atletas, tanto nas fases de consumo, quanto nas fases sem o medicamento.  

Sendo assim, vale a pena para uma mulher ciclista utilizar métodos contraceptivos orais?

Em termos gerais, os benefícios do método anticoncepcional oral quando tomado corretamente, são muito maiores que os malefícios. Diga adeus para o desconforto menstrual, amenize ou acabe com as dores e sintomas que fazem seu humor variar tanto durante esses dias

Mas, antes de tudo, é extremamente necessário que você tenha um acompanhamento médico adequado. Faça exames pra saber qual o medicamento ideal para você e como seu corpo vai reagir com a ingestão dele.

* Ekenros L, Hirschberg AL, Heijne A, Fridén C.Oral contraceptives do not affect muscle strengthhop performance in active women. Clin J Sport Med 2013; 23(3): 202-7.

© Focus

Fonte da matéria