Resultados positivos de Merida e Giant não escondem incertezas

Mesmo diante de um 2020 de enorme crescimento de vendas, os primeiros 9 meses de 2021 apresentaram resultados positivos para as duas gigantes do setor de bicicletas em Taiwan.

A Merida produziu um total de 930.436 bicicletas até setembro, crescimento de 12,49% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Já a receita no período foi de NT$ 22,76 bilhões (R$ 4,5 bilhões), aumento de 12,87% entre os três primeiros trimestres de 2020 e 2021.

No mesmo período, entre janeiro e setembro de 2021, a Giant registrou um faturamento de NT$ 61,9 bilhões (R$ 12,23 bilhões). Aumento de 17,83% no comparativo com o mesmo período de 2020.

Em seu informe aos investidores, a Merida mostra que ainda tem de lidar com um suprimento inconstante de matéria prima e componentes. A limitação de espaço nos navios e o custo alto dos contêineres gerou ainda uma fila de 15 mil bicicletas esperando para serem enviadas a seus destinos.

O atraso no envio de bicicletas teve consequências inclusive no faturamento, com parte das remessas do terceiro trimestre de 2021 se concretizando somente neste último trimeste.

Leia mais sobre os desafios de Merida e Giant de manter o faturamento em alta: https://bit.ly/MeridaGiant2021

Relembre os impactos do aumento do frete marítimo para importadores brasileiros: https://bit.ly/BicicletasImportadasPandemia

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike