Olimpíadas mostram domínio europeu nos esportes em bicicleta

No ranking geral de medalhas de Tóquio 2020, o Brasil fez bonito. Nossos atletas ficaram na 12° posição, com 21 medalhas. Foram 7 ouros, 6 pratas e 8 bronzes. Infelizmente, nenhuma medalha nas diversas modalidades com bicicleta. Pódio com rodinhas, só no skate com a fadinha Rayssa Leal, Kelvin Hoefler e Pedro Barros.

Já no ranking olímpico das bicicletas, o Brasil nem ao menos figura entre as 23 nações premiadas com medalhas. Foram 66 medalhas em disputa, 22 pódios sem a bandeira do Brasil. Nossa participação se resumiu ao MTB e ao BMX racing. No quadro geral de medalhas do ciclismo, podemos destacar: Grã-Bretanha e Holanda (12 medalhas cada), Suiça (6 medalhas), Dinamarca e Estados Unidos (3 medalhas cada). Britânicos fizeram bonito especialmente no velódromo, de onde saíram com 3 ouros, 3 pratas e 1 bronze.

A esperança brasileira de medalhas agora está nas Paralimpíadas, que conta com diversos atletas brasileiros, incluindo o campeão mundial de paraciclismo de estrada Lauro Chaman. A delegação brasileira de ciclismo de estrada e pista ainda terá a presença dos atletas Carlos Soares e André Grizante, nas provas masculinas, enquanto Ana Raquel e Jady Malavazzi serão as representantes no feminino.

Leia sobre o domínio europeu no ciclismo de pista Olímpico: https://bit.ly/EuropaDominaCiclismo

O ranking de medalhas dos esportes em bicicleta: https://bit.ly/MedalhasToquioBicicleta

Mais informações sobre o ciclismo brasileiro Paralímpico de estrada de pista: https://bit.ly/BrasilBicicletaParalimpiadas

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike