Mulher que caiu de bicicleta após assédio afirma: “Me senti um lixo”

Episódio ocorreu na noite do último domingo (26), em Palmas, na região sul do Paraná. O caso é investigado como importunação sexual

A estudante de direito Andressa Lustosa afirmou que se sentiu um objeto após ter sido tocada por um homem enquanto andava de bicicleta no último domingo (26), em Palmas, no interior do Paraná. Ela se desequilibrou, caiu e teve escoriações, mas poderia até ter sido atropelada.

“Eu fiquei em choque e me sentindo como qualquer outra mulher se sentiria passando por uma situação como essa: um objeto. Me senti um lixo, vamos falar bem a verdade. Uma situação muito desagradável, degradante. É nojento” – disse, em entrevista à Record TV.

Nas redes sociais, Andressa já havia se pronunciado: “Nós, mulheres, não temos um minuto de paz. Saio de casa para andar de bicicleta e volto toda machucada por uma atitude covarde dessas”.

O suspeito de ter passado a mão em Andressa foi preso na terça-feira (28). Uma câmera de monitoramento registrou a ação do homem, que estava no banco de passageiros de um carro branco que trafega ao lado da estudante (veja acima). A Polícia Civil diz que o caso é investigado, inicialmente, como importunação sexual e lesão corporal.