A Ducati, montadora italiana especializada em motocicletas, anunciou sua primeira bicicleta elétrica para uso em cidades, fabricada em parceria com a empresa Thok. A Ducati e-Scrambler representa um avanço no leque de opções da empresa que, até o momento, produzia modelos elétricos para trilhas.

© Ducati

Essa bicicleta possui 11 velocidades diferentes e um par de freios Scram Guide T de quatro pistões, equipados com rotores de 203 mm. As rodas, por sua vez, são da linha e-plus da Thok com pneus Pirelli Cycl-e GT 27,5 “x2,35”.

Seu motor Schimano Steps E7000 produz 250 W nominais e 60 Nm de torque. Na parte de baixo do quadro, fica localizada uma bateria Shimano de 504 Wh.

© Ducati

Com essa bike, o ciclista ainda pode levar cargas de até 25 kg, graças a um suporte posicionado acima da roda traseira. Segundo a montadora, são 22,68 kg no total e 22,5 kg sem os pedais.

Outro modelo que tem chamado a atenção dos ciclistas é a nova Super Monarch Crown AWD 1500, da fabricante E-Cells. Este modelo, ao contrário da Ducati e-Scrambler, possui especificações robustas voltadas para a prática off-road. Com motores duplos de 52 V, baterias duplas, suspensão dupla e até racks duplos, esse modelo promete um desempenho acima da média.

© Ducati

Vale destacar que, segundo o fundador da E-Cells, David Cleveland, o motor de 52 V foi desenvolvido especialmente para a Super Monarch Crown pela fabricante Bafang — já que o padrão é 48 V. Seu preço original é US$4995 (R$ 25.804, aproximadamente), mas o modelo está na promoção por US$ 3995 (R$ 20.638) no site oficial da montadora.

© Ducati

A Ducati e-Scrambler, por sua vez, pode ser comprada por US$ 4.280, cerca de R$ 22.335 em conversão direta. No entanto, ainda não há informações se ela será comercializada no Brasil.

© Ducati

Por Kris Gaiato
TECMUNDO

Fonte da matéria