Tecnologia de direção autônoma começa a chegar em bicicletas elétricas

Recursos de IA e de prevenção de acidentes aparecem em ebikes e acessórios.

Sistemas Avançados de Assistência à Direção (ADAS, na sigla em inglês) começam a deixar o domínio dos veículos autônomos e passam a aparecer também em bicicletas elétricas. As tecnologias que ajudam um carro a identificar obstáculos e riscos na estrada vão informar o ciclista e contribuir na prevenção de acidentes. Marcas estrangeiras especializadas em ebikes, como Terranet, Boreal e Streetlogic já aplicam características e funcionalidades ADAS em seus modelos.

Sistemas com câmeras e IA prometem aumentar a segurança de ciclistas. © Divulgação/Streetlogic

A Holoscene X, da Boreal Bikes, por exemplo, tem capacidade de se comunicar com outros veículos e oferece sistema de detecção de obstáculo para evitar colisões. Há ainda detecção de pontos cegos e avisos sobre obstruções que podem bloquear o caminho do ciclista a tempo para que decisões possam ser tomadas. A Holoscene X usa a mesma tecnologia da Nvidia embutida em automóveis autônomos.

Outro exemplo de ADAS em bicicletas vem da Streetlogic. Em vez de fabricar bikes, a startup produz acessórios e tecnologias que podem ser instalados em bicicletas de todos os tipos. No geral, os produtos da marca funcionam em torno de câmeras que visualizam o em torno do ciclista e alimentam uma inteligência artificial que pode emitir alertas sonoros ou notificações por app sobre riscos.

Por Filipe Garrett, para o TechTudo