Ciclovias segregadas e planos cicloviários mais audaciosos são a nova regra no Reino Unido

O governo do Reino Unido deixou claro aos administradores locais que a infraestrutura cicloviária precisa ser mais ambiciosa para receber dinheiro público. Ciclofaixas só com tinta branca no chão estão fora das regras de financiamento.

A palavra de ordem é “segregação”. Somente projetos de ciclovias segregadas ou infraestrutura que bloqueie o trânsito de carros em ruas locais terão apoio financeiro do governo. O plano é garantir ruas mais calmas, calçadas mais largas e bicicletas em segurança, isoladas do trânsito motorizado.

Outro ponto importante do governo central do Reino Unido é a participação da sociedade no planejamento cicloviário, mas com uma ressalva muito importante. Consulta pública não é sinônimo de direito a veto para alguns, nem a busca por consenso absoluto ou dar prioridade a quem falar mais alto.

Vale lembrar as manobras em curso na cidade de São Paulo. A capital paulista ainda é um grande exemplo de como um suposto incentivo para participação da sociedade é apenas disfarce para retrocessos. Muitas audiências públicas se tornam palanque para grupos pequenos falarem alto contra a bicicleta.

Leia mais sobre as exigências de planos cicloviários mais ambiciosos no Reino Unido: http://bit.ly/AmbicaoCicloviariaUK

Um exemplo triste de como uma suposta participação social pode esconder um ataque às ciclovias: http://bit.ly/AntiCicloviaSP

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike