Jogos de Paris 2024

O ciclismo paralímpico brasileiro garantiu duas vagas nos Jogos de Paris 2024, sendo uma no masculino e outra no feminino. As vagas podem ser utilizadas para competir tanto nas provas de estrada como de pista.

Para definir a primeira alocação de vagas, a  União Ciclística Internacional (UCI) utilizou o ranking internacional por nação, levando em consideração a sua divisão por continente e disponibilizando uma vaga por gênero para os países contemplados nesta etapa inicial de classificação.

As vagas são disponibilizadas para a nação e, para mantê-las, cada país precisa participar com pelo menos um atleta dos Campeonatos Mundiais de estrada ou pista 2023/2024 ou de alguma etapa da Copa do Mundo de estrada até 30 de junho do ano que vem. 

Lauro Chaman, ao centro, durante prova de ciclismo de estrada nos Jogos de Tóquio 2020 | Foto: Divulgação/ Juan Bautista Benavent / CBC

No ranking das Américas masculino, o Brasil é líder da classificação com 4.490 pontos, seguido por Estados Unidos com 3.271 pontos e Colômbia com 3.027 pontos. Entre as mulheres, a liderança é dos Estados Unidos com 3.440 pontos, enquanto o Brasil aparece em segundo com 3.144 pontos e a Colômbia em terceiro lugar com 2.073 pontos.

“A sensação é de estarmos no caminho certo. Conseguimos conquistar as duas vagas disponíveis nesse primeiro momento. Agora, é continuar trabalhando e seguindo o nosso planejamento para fechar a fase de classificação com o maior número possível de vagas para Paris 2024”, destacou Edilson Rocha “Tubiba”, coordenador do ciclismo paralímpico na Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). A previsão é que a lista final com as vagas remanescentesseja publicada no segundo trimestre de 2024.

O próximo desafio dos brasileiros será entre os dias 4 e 5 de março, na cidade de Ribeirão Preto, durante a disputa da primeira etapa da Copa Brasil de ciclismo paralímpico, que distribuirá pontos para o ranking mundial.

* Com informações da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). 

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)