Bicicletas compartilhadas ajudam a consolidar crescimento das elétricas

O mercado norte-americano de bicicletas elétricas deu um salto de muitos anos por conta da pandemia. Enquanto as vendas entre 2019 e 2020 subiram 65% entre as convencionais, os modelos elétricos tiveram alta de 145% no mesmo período.

Um dos responsáveis pelo aumento na comercialização de bicicletas elétricas nos EUA foi a expansão das frotas de bicicletas compartilhadas com pedal assistido.

Tanto no exterior quanto no Brasil, o custo inicial de investimento para formar uma frota elétrica é maior. O que compensa é que elas são mais utilizadas e por um valor maior que as convencionais.

No Brasil a realidade ainda é outra. A Tembici, que opera bicicletas compartilhadas em diversas cidades, tem elétricas compartilhadas rodando em estações apenas no Rio de Janeiro. Além da disponibilidade para o público carioca, a empresa oferece bicicletas elétricas compartilhadas para entregadores em São Paulo. O plano é realizar uma grande expansão ao público em breve.

Leia mais sobre o crescimento no mercado de bicicletas nos EUA e o boom das elétricas: http://bit.ly/BoomEletricasEUA

Conheça mais sobre os planos e a expansão do serviço de bicicletas elétricas compartilhadas da Tembici: http://bit.ly/TembiciExpande

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike