O ano de 2020 foi o melhor da história para as bicicletas na Europa

O mercado de bicicletas nos 27 países da União Europeia e no Reino Unido teve um crescimento de 40% nas vendas de 2019 para 2020. Foram 22 milhões de bicicletas convencionais e elétricas vendidas e um faturamento de 18,3 bilhões de euros (R$ 112,59 bilhões). Recorde histórico dos últimos 20 anos, desde que esses números passaram a ser consolidados, em 2001.

Dentre os motivos para o crescimento, o boom na demanda de consumidores, investimentos em ciclovias e compromissos políticos para uma economia verde no continente.

Chama atenção ainda o capital investido pela indústria, 1,5 bilhão de euros (R$ 9,14 bilhões) em 2020, aumento de 50% em relação ao 1 bilhão de euros (R$ 6,10 bilhões) investidos em 2019. Esse aumento ajuda a explicar a produção doméstica cada vez maior de bicicletas e componentes, em especial bicicletas elétricas.

O valor de mercado da produção doméstica de bicicletas e componentes chegou aos 3 bilhões de euros (R$ 18,29 bilhões). A expectativa agora é que a produção doméstica alcance os 6 bilhões de euros (R$ 36,58 bi) até 2025. Além disso, das 4,5 milhões bicicletas elétricas vendidas no Reino Unido e UE, 3,6 milhões (cerca de 80%) foram produzidas no mercado interno.

Leia os dados completos sobre o mercado europeu de bicicletas em 2020: https://bit.ly/EuropaBicicleta2020

Essa notícia você lê primeiro na Bicicleta News, um resumo exclusivo com as principais notícias do mundo da bicicleta direto no seu celular. Para assinar, basta mandar uma mensagem para a Aliança Bike no +55 (11) 97114-0140

Link para mandar mensagem direto: http://bit.ly/Receba-Bicicleta-News

Parceria Revista Bicicleta / Aliança Bike