Como o barbeiro Julien Howard de Nova York usa sua bicicleta para oferecer uma experiência inovadora

Até cerca de um ano atrás, Julien Howard — amplamente conhecido como Velo Barber — personificava a atmosfera nova-iorquina. Barbeiro por profissão, Julien passava o dia pedalando pela cidade, indo de um cliente para o outro e prestando um serviço único e extremamente conveniente para centenas de pessoas. Assim como fez com muitos profissionais da área de cuidados pessoais, a COVID-19 mudou notoriamente a vida do estilista, fazendo-o desacelerar e apreciar as pequenas coisas da vida.

“Nova York sempre foi mais gerenciável de bicicleta”, afirma Julien. “Mas, dessa vez, ela ficou ainda mais, e eu tive a oportunidade de dedicar um tempo para pensar sobre meus negócios, minha contribuição, descansar e decidir como executar minha criatividade de diferentes formas.”

Embora Nova York possa parecer o lugar perfeito para um barbeiro freelancer, a locomoção na cidade rapidamente se mostrou um pesadelo logístico. O transporte público era muito lento para chegar a todos os clientes em um dia e dirigir era ainda pior.

Então, Julien optou pela bicicleta, que se tornou sua marca. Tanto que quando ele não pedalava até as casas dos clientes, eles perguntavam se havia acontecido algum problema. Julien ficou conhecido como o barbeiro ciclista e, com isso, nasceu o Velo Barber.

© The Blog Trek

A liberdade do trabalho deu a Julien a chance de conhecer clientes de todo tipo. De atletas e empreendedores a tatuadores, barmen e CEOs, cada um com uma história única, que Julien busca tratar como uma oportunidade para aprender algo novo.

Mas o que você faz quando a cidade que nunca dorme entra em silêncio absoluto? Bem, se você presta um serviço de alta demanda de maneira extremamente conveniente, acaba sendo criativo. Um corte rápido na Times Square era algo inimaginável antes que o local se tornasse deserto. Além disso, com a remoção de milhares de carros das ruas e as pessoas evitando o uso de transporte público, o Velo Barber já tinha seu modo de transporte preferido.

“Sempre acreditei que qualidade é melhor do que quantidade”, explica Julien. “Ter uma carga mais leve por um tempo não me incomoda. Além disso, quando minha agenda ficar cheia de novo e eu voltar a cortar cabelos, quero garantir que estarei oferecendo uma experiência exclusiva e agregando valor em cada interação.”

À medida que o mundo vai recuperando a vida normal e empresas como a de Julien vão sendo consideradas mais seguras, ele espera continuar encontrando maneiras criativas e seguras de se conectar com as pessoas. Embora cortes de cabelo no meio da Times Square deserta possam estar ficando escassos, Julien pode encontrar seus clientes onde quer que eles estejam.

Tem uma ideia revolucionária que gostaria de compartilhar? Conecte-se com Julien no Instagram @TheVeloBarber e acesse thevelobarber.com/faq para marcar um horário.

© The Blog Trek
© The Blog Trek
© The Blog Trek
© The Blog Trek

“Não sei se poderia fazer isso em qualquer outro lugar. Não existe um lugar como Nova York”, diz ele.

© The Blog Trek